MPPB convoca policiais para deporem sobre defeitos em armas da empresa Taurus

O Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap) do Ministério Público da Paraíba está convocando os policiais civis e militares, pelo prazo de 30 dias, para comparecerem ao órgão e prestarem depoimento sobre os defeitos apresentados por armamento especificamente da Marca Taurus pertencente ao Estado e que estejam acautelados em seu nome.

A convocação foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPPB dessa quinta-feira (9). Os depoimentos deverão ser prestados na sede do Ncap, localizada no Núcleo Criminal do Ministério Público, situado na rua Diogo Velho, nº 150, no Centro da Capital. Os policiais devem informar o tipo de arma, modelo e série.

A convocação faz parte do procedimento preparatório instaurado, em 2017, no Ncap para investigar a qualidade e a eficiência das armas de fogo da Força de Segurança da Paraíba. O procedimento foi instaurado após reportagem televisiva que mostrou falhas ocorridas nas armas de fogo da marca Taurus, que são fornecidas ao Estado, e relatos de incidentes provocados por defeitos de armas de fogo fabricadas pela empresa.

Dentro do procedimento, já foram requisitadas informações da Secretaria de Segurança e Defesa Social sobre o quantitativo de armas da marca Taurus, e a relação das que apresentaram defeitos. Também foi requisitada à empresa Taurus a relação de todas as armas de fogo fornecidas ao Estado da Paraíba, nos últimos 15 anos, indicando tipo, modelo e calibre de cada arma de fogo.