Em audiência no MPPB, Prefeitura de CG e Iphaep fazem acordo para recuperar o Capitólio

A Prefeitura de Campina Grande e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) chegaram a um acordo sobre a recuperação do prédio do antigo cinema Capitólio, que está em situação de ruína, no Centro da cidade. O consenso aconteceu em audiência na tarde dessa quinta-feira (10), na Promotoria de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

A audiência foi conduzida pelo promotor de Justiça do Meio Ambiente, José Eulâmpio Duarte. A recuperação do antigo Cine Capitólio deve acontecer depois de quase duas décadas de discussões sobre a execução do projeto de revitalização. Ficou decidido que a Prefeitura terá até 30 de maio para entregar o projeto finalizado ao Iphaep.

O promotor Eulâmpio Duarte observou que, após receber o projeto, o Instituto terá até 30 de junho próximo para analisar a matéria e, com isso, viabilizar a execução da obra. "Campina Grande de há muito esperava por uma solução sobre a questão do Capitólio. Agora, finalmente, ela está chegando e, com isso, o maior beneficiário é a população", comemorou o membro do MPPB.

O Conselho Estadual pela Prevenção do Patrimônio, composto por representantes de 18 entidades, também terá 30 dias para apreciar e deliberar sobre o projeto. Enquanto isso não acontece, as calçadas no entorno do prédio e as pares do antigo Capitólio serão isoladas e reforçadas, respectivamente, uma vez que há riscos iminentes de desmoronamento, conforme atesta a Defesa Civil do Município.

 

O projeto

Pelo projeto elaborado pela arquiteta Mayrla Souto Maior, a revitalização do antigo Cine Capitólio compreenderá, dentre tantos outros aspectos, a construção de um centro comercial e cultural, com cinema, lojas, restaurantes, lanchonete, cafeteria e livraria. O empreendimento será feito através de uma parceria público-privada, conforme explicou o prefeito Romero Rodrigues, também presente na audiência.