“Família que acolhe” é apresentado em Jacaraú e Santa Rita

A coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Criança e do Adolescente (CAO Criança e Adolescente) fez, esta semana, reuniões para apresentar o “Família que Acolhe” às autoridades dos poderes Executivo e Legislativo, a integrantes do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar dos municípios de Jacaraú, Pedro Régis, Curral de Cima, Lagoa de Dentro e Santa Rita.

Nesta quarta-feira (15), o evento foi realizado na Promotoria de Justiça de Santa Rita e contou com a participação do promotor Romualdo Tadeu, que aderiu ao projeto. Na terça-feira (14), a reunião foi realizada na Promotoria de Justiça de Jacaraú, com a participação do promotor de Justiça Ismael Vidal, que também aderiu ao projeto.

O 'Família que Acolhe” foi apresentado aos gestores municipais e aos atores do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente pelo promotor de Justiça Alley Escorel, que coordena o CAO Criança e Adolescente e é o gestor do projeto estratégico. Ele explicou que a ideia é fomentar, nos municípios, a criação do serviço de acolhimento familiar como alternativa à institucionalização de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Segundo o promotor, além de ser uma preferência prevista em lei, o acolhimento familiar traz mais benefícios para o desenvolvimento cognitivo, social e emocional das crianças e dos adolescentes, sobretudo nos primeiros anos de vida, possibilitando que eles ressignifiquem, de forma positiva, a ideia e o conceito que têm sobre família, uma vez que poderão encontrar um modelo mais estruturado, diferente das experiências negativas e traumáticas vivenciadas. “O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) sofreu uma alteração há dez anos no artigo 34 e passou a prever como forma preferencial de acolhimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social o acolhimento familiar. Por isso, é preciso que a gente evolua. Vamos sensibilizar os gestores sobre os benefícios do acolhimento familiar”, argumentou.

Próximas reuniões

As próximas reuniões para apresentação do projeto estratégico vão acontecer na segunda-feira (20), em Bayeux; na terça-feira (21), em Cabedelo e na quinta-feira (23), em Lucena.