MPPB inscreve para o 1º Seminário sobre Violência Doméstica; evento acontece dias 3 e 4 do próximo mês

O Ministério Público da Paraíba vai realizar, nos próximos dias 3 e 4 de dezembro, o “1º Seminário sobre Violência Doméstica: Dilemas e Desafios no Enfrentamento”. O objetivo é proporcionar o debate multidisciplinar e intersetorial envolvendo a temática. O evento é aberto ao público, especialmente, a membros do MP, integrantes da rede de proteção às mulheres, professores e estudantes das áreas de interesse. As inscrições devem ser feitas pelo formulário online, disponibilizado AQUI. O evento faz parte da programação dos “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher”, organizada pelo MPPB.

De acordo com promotora de Justiça de Defesa da Mulher do MPPB, Rosane Maria Araújo e Oliveira, o debate contempla diversos olhares, com a participação de promotores e profissionais das áreas de filosofia, sociologia, psicólogo e serviço social, saúde mental e outros, que vão tratar o fenômeno da violência e da sua transversalidade. Em relação ao enfrentamento, o trabalho segue em duas perspectivas: punir e restaurar, com a aplicação das práticas de Justiça Restaurativa. “Será um momento de pensar na retaguarda, no planejamento, na metodologia, na pesquisa para a implementação e fortalecimento de grupos reflexivos, que possam impactar e dar um suporte transformador ao homem”, afirmou.

Construção

O evento foi construído pela Promotoria de Justiça de Defesa da Mulher do MPPB, juntamente com parceiros. Os detalhes e a programação foram discutidos em reunião esta semana, conduzida pela promotora Rosane Maria Araújo e Oliveira, com a participação de profissionais de diversas áreas do conhecimento.

Participaram: Ana Raquel Rosas Torres, professora da UFPB; Luiza Lins Araújo Costa, Iara Maribondo, Yalle Abreu Viana, Layanne Vieira Linhares doutorandas em Psicologia Social pela UFPB; Mônica Correia, docente de Psicologia/UFPB; Roberto Derivaldo Anselmo, coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental, Educação e Justiça Social; Brasimar Henrique Xavier Junior, pós-graduado em Terapia Cognitiva Comportamental e Avaliação Psicológica; Ana Patrícia Gama, professora de Direito Civil; Carlos Antonio Fragoso Guimarães, professor de psicologia da UFCG; Adriano Azevedo Gomes de León, sociólogo e professor da UFPB; Maria Goretti Rodrigues de Sousa Oliveira, pesquisadora e psicopedagoga, e Sandra Fischetti, pedagoga colaboradora.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo formulário eletrônico, que está disponível no topo do site do MPPB (www.mppb.mp.br). Haverá certificação com a carga horaria de 16 horas. Os participantes devem doar 1 kg de alimento não perecível. O seminário será realizado no auditório da sede do Ministério Público, situado rua Rodrigues de Aquino, S/N, Centro, João Pessoa. Outras informações podem ser adquiridas pelos telefones: 2107-6000 e 2107-6016.

 

PROGRAMAÇÃO

03.12.2018 (segunda-feira)

08h - Credenciamento

9h - Abertura

10h - Coffee-break

10h30 às 11:30 - MESA: VIOLÊNCIA E GÊNERO: Diferentes Perspectivas e Ações.

- Coordenadora : Rosa Cristina de Carvalho, promotora de Justiça, titular da Comarca de Lucena, com atribuições na violência doméstica contra a mulher.

- Palestrantes: Adriano D’Leon, doutor em Sociologia e Professor titular da UFPB.

Ana Raquel Torres, Doutora em Psicologia Social e professora adjunta da UFPB.

Marconi José Pimentel Pequeno, Mestrado em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas da UFPB, Pós-Doutorado em Filosofia e Professor da Graduação e Pós-Graduação do Curso de Filosofia da UFPB.

11:30 – Debates.

12h -Almoço.

14h – MESA: O Olhar Multidisciplinar sobre a Violência Doméstica contra Mulher.

- Coordenador: Lúcio Mendes Cavalcante, promotor de Justiça da Comarca de Bayeux, com atribuições na violência doméstica contra a mulher.

-Palestrantes: Maria Aparecida Ramos de Meneses, doutora em Serviço Social e professora da UFPB. Mônica F. B. Correia, Doutora e Mestre em Psicologia Cognitiva, Chefe do Departamento de Psicologia da UFPB.

15:15 -Coffee-break

15:30 – Palestra – A Masculinidade no Banco dos Réus – Punir e Restaurar é possível?

Palestrante: Érika Canuto, Promotora de Justiça no Rio Grande do Norte, Professora da UFRN e presidente da Copevid – Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica contra a Mulher do Ministério Público.

16h30 – Debates.

17h – Lançamento do livro “A Masculinidade no Banco dos Réus: Um Estudo sobre Gênero, Sistema de Justiça Penal e a Aplicação da Lei Maria da Penha da Dra. Érika Canuto.

Coffe break


04.12.2018 (terça-feira)

9h I - Oficina: A Comunicação (não) Violenta no contexo da Violência Doméstica. Coordenador: Rogério Lucas de Oiveira, Promotor de Justiça de Cabedelo com atribuições na violência doméstica contra a mulher.

Palestrante: João Wesley Domingues (Supervisor Adjunto do Núcleo de Mulheres d TJDJ e instrutor do Grupo Reflexivo do DF.

Debatedora: Ana Raquel Beltrão, Promotora de Justiça da Educação, coordenadora do Projeto Justiça Restaurativa na Escola.

10:30 – Coffee break

10h45 - 12h

14h - II – Oficina: GRUPOS REFLEXIVO PARA HOMENS: metodologias e desafios

Palestrantes: Joao Wesley Domingues, supervisor Adjunto do Núcleo de Mulheres d TJDJ e instrutor do Grupo Reflexivo do DF. Debatedor; Roberto Derivaldo Anselmo, professor da UFPB lotado no Departamento de Psicopedagogia, Coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental, Educação e Justiça Social – NESMEJUS/UFPB. Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba.