Promotoria de Sapé é inaugurada

O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, inaugurou nessa quarta-feira (07/08), a nova sede da Promotoria de Justiça de Sapé. O investimento vai otimizar as condições de trabalho dos membros e dos servidores da instituição e oferecer um atendimento melhor aos cidadãos que recorrem à unidade, em busca da efetivação dos seus direitos.

A solenidade de inauguração foi prestigiada por membros, servidores do MPPB, pelo presidente da Associação Paraibana do Ministério Público, o promotor de Justiça Márcio Gondim e por autoridades como o prefeito do município, Flávio Feliciano. As bençãos ao novo prédio foram feitas pelo pastor Alexandre Duarte e pelo padre Germano.

A nova sede da Promotoria de Sapé recebeu o nome do procurador de Justiça, João da Silva Cruz, que trabalhou em Sapé como promotor de Justiça e que também exerceu o cargo de corregedor do MPPB. Familiares do homenageado, com destaque para a viúva, Maria do Socorro Castor de Albuquerque Cruz, e o filho, o promotor de Justiça Demétrius Castor de Albuquerque Cruz, prestigiaram o evento. “Você nem imagina a alegria e a satisfação que eu e minha família estamos sentindo nesse momento (disse ao procurador-geral de Justiça). Meu pai foi promotor de Justiça de Sapé por sete anos. Aqui moramos e fizemos amizades. Mamãe ensinou no colégio estadual e até hoje minhas irmãs vêm a Sapé porque fincaram amizades aqui. Agradeço pelo resto da vida porque pelo resto da vida essa promotoria terá o nome de meu pai”, disse Demétrius.

A promotora de Justiça de Sapé, Paula Camillo Amorim, destacou que a nova estrutura possibilitará à equipe da promotoria prestar um melhor atendimento à população. “É imensa a felicidade e a gratidão por recebermos esse presente para a comunidade. Esse é um dia de grande felicidade para a equipe da Promotoria de Sapé. É uma motivação enorme trabalhar em um prédio dessa qualidade. Isso só vai nos ajudar a ter mais efetividade no nosso trabalho, beneficiando os cidadãos, que serão recebidos numa casa confortável”, disse.

O procurador-geral de Justiça, por sua vez, destacou a inauguração como um “momento de alegria e realização da administração” e agradeceu o empenho dos servidores do MPPB, em nome da equipe dos setores de Engenharia e Arquitetura e também da Diretoria Administrativa. “A entrega desta obra representa um marco simbólico e o respeito do Ministério Público com a população da região de Sapé. Buscamos modernizar o Ministério Público e assim inauguramos as Promotorias de Santa Luzia, Mari, Sapé e esperamos concluir, em breve, as Promotorias de Monteiro e Queimadas”, disse.

Seráphico também falou sobre o homenageado. “João da Silva Cruz exerceu seu cargo com sabedoria e discernimento, procurando ser um defensor da sociedade, elevando o nome do Ministério Público. O Colégio de Procuradores de Justiça, com absoluta lucidez, aprovou o nome desse ilustre homenageado, ficando assim eternizado, reavivando a história e servindo de exemplo para as futuras gerações”, disse.

O procurador-geral ainda ressaltou a missão do Ministério Público. “A verdadeira razão de ser de nossa instituição é o interesse público, na defesa do cidadão de qualquer classe social, sobretudo os mais humildes. Por isso, sempre afirmei que o binômio Ministério e sociedade seria uma busca constante e implacável em nossa gestão”, declarou.

O promotor Márcio Gondim citou o poeta Augusto dos Anjos para falar sobre a atuação do Ministério Público. "A Promotoria é o desaguadouro da lágrima dos vencidos, que, após terem seus direitos aviltados, vêm ao Ministério Público, sedentos de justiça. No Ministério Público esse horizonte de justiça é buscado por todos os promotores, de Cabedelo a Cajazeiras. A população procura por ter seu direito cerceado e acha na Promotoria a solução para aquele direito violado".
         
Obras

A reforma e ampliação do prédio da Promotoria de Justiça de Sapé, localizado na Rua Deputado Egídio Madruga, no Centro da cidade, teve início em outubro do ano passado, quando foi assinada a ordem de serviço. A sede teve seu tamanho dobrado, saindo de uma área de 221,85m2 para 400 m2.

O prédio passa a contar com quatro gabinetes de promotor com antessalas de assessores; auditório para 30 lugares e espaço para cadeirante; cartório, sala de estagiário; sala para notícia de fato, arquivo, recepção, copa, sala para rack; dois banheiros acessíveis para o público, área de serviço, estacionamento privativo com 12 vagas e estacionamento externo com oito vagas.