MPPB recebe estudantes para debate sobre sistema prisional

Nesta quarta-feira (25), o Ministério Público da Paraíba recebeu 13 estudantes do curso de Direito da Universidade Federal da Paraíba. O encontro, que ocorreu na sala de sessões do edifício-sede do MPPB, faz parte dos projetos de extensão “É preciso falar de política” e “Cidadania e Política no Mundo Virtual”, desenvolvidos pela UFPB em parceria com a Promotoria de Justiça da Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos.

Durante o encontro os estudantes ampliaram o entendimento e reconhecimento sobre o trabalho desempenhado pela promotoria. Os temas discutidos giraram em torno das questões do sistema prisional. “É preciso que mudemos nossa mentalidade para que a realidade seja alterada”, afirmou o promotor de Justiça, Ricardo José de Medeiros, que recebeu os alunos e falou sobre a sua experiência a frente do órgão ministerial.

A parceria com a instituição integra as diretrizes e planejamento estratégicos da Promotoria de Justiça da Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos, criada em 2015.

O estudante do 3º período de Direito, Caio Gustavo, falou sobre a visita: “o projeto cita duas coisas muito importantes pra vida das pessoas, não só dos estudantes de direito, que é conhecer o sistema prisional, ter a capacidade de quebrar tabus que cercam esses problemas e levar isso à sociedade. O projeto além de ajudar na formação acadêmica, ajuda na formação humana das pessoas que participam”.

Desde 2017, o MPPB é parceiro dos projetos, coordenados pelas professoras Ana Adelaide Guedes e Edilane Santos Amaral. As atividades dos projetos envolvem debates com alunos da rede pública de ensino da Paraíba, elaboração de artigos, cartilhas e seminários, a fim de apresentar e discutir a sociedade temas acerca da política, cidadania, direitos humanos.

A partir da parceria com o MPPB, os estudantes foram estimulados a desenvolver pesquisas e debates acerca do sistema prisional e segurança pública do Brasil, e também tiveram a oportunidade de conhecer a atuação do Ministério Público na defesa dos direitos transindividuais das pessoas privadas de liberdade.

Nesta reunião, os estudantes conheceram a atuação do promotor de Justiça Ricardo José de Medeiros e Silva, e irão, a partir de agora, realizar visitas quinzenais à Promotoria de Justiça Especializada, bem como irão assistir audiências de custódia no Fórum Criminal de João Pessoa, com o intuito de aprofundar as pesquisas em torno dos temas relacionados ao sistema prisional.

Para maiores informações acerca da atuação dos projetos de extensão "É preciso falar de política" e "Cidadania e Política no Mundo Virtual", os estudantes informaram que há um perfil criado na rede social Instagram, onde podem ser acessados fotos, vídeos e textos produzidos pelos mesmos. O endereço é @falardepolitica.ufpb"