2ª Subprocuradoria realiza reunião com os Centros de Apoio Operacional

A 2ª Subprocuradoria-Geral do Ministério Público da Paraíba realizou, nessa terça-feira (30), a primeira reunião com os Centros de Apoio Operacional às Promotorias (Caops) para discutir os projetos e políticas da instituição para 2019. A Lei Orgânica do MPPB estabelece como atribuição do 2º subprocurador a superintendência dos Centros de Apoio.

A reunião foi presidida pelo 2º subprocurador-geral Alvaro Gadelha e teve a participação dos promotores Leonardo Quintans (Caop Patrimônio Público), Elaine Pereira Alencar (Caops da Cidadania e Direitos Fundamentais e das Promotorias Cíveis e Família), Raniere Dantas (Caops do Meio Ambiente, da Saúde e do Consumidor) e Lúcio Mendes (Caop Criminal) e das servidoras Jaiane Morais e Magdalena Medeiros (Caop da Criança, Adolescente e Educação) e Soila Rosado (Diretoria de Tecnologia da Informação).

Durante a reunião, foi apresentado o projeto 'Sonda', sistema desenvolvido pelo Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) que vai permitir ao membro do MPPB o acompanhamento dos processos nos quais o Ministério Público seja parte.

Os coordenadores apresentaram os projetos e ações que vêm sendo realizados pelos Centros de Apoio, a exemplo dos cinco projetos do Planejamento Estratégico do MPPB, as ações do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Caop Patrimônio), do Núcleo de Promoção da Paternidade (Caop Cidadania), fim dos lixões nos municípios (Caop Meio Ambiente), capacitação dos conselheiros tutelares (Caop da Criança), entre outros.

O procurador Alvaro Gadelha parabenizou os projetos e ações desenvolvidos, destacando a necessidade de maior divulgação deles para que a sociedade conheça o trabalho realizado pelo Ministério Público. Ele também apresentou aos coordenadores dos Caops algumas demandas do Colégio de Procuradores.