Promotores podem se inscrever para auxiliar os eleitorais no 2º turno das eleições

Os promotores de Justiça que têm interesse em atuar como auxiliares de promotores eleitorais no 2º turno das eleições gerais já podem fazer a solicitação à Secretaria-Geral do Ministério Público da Paraíba, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. As regras estão definidas no Edital 009/Diafu, publicado no Diário Oficial Eletrônico do MPPB, nesta quinta-feira (18/10). O prazo termina na próxima segunda-feira (22).

Os promotores auxiliares deverão atuar no processo eleitoral nos dias 27 e 28 deste mês, véspera e dia da eleição. Para isso, devem indicar a zona ou zonas eleitorais, por ordem de preferência, nas quais pretendem atuar. Além da publicação o aviso também foi encaminhada por aplicativo de mensagens a todos os membros, pelo secretário-geral, Antônio Hortêncio Rocha Neto.

De acordo com o edital, assinado pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, no Estado, há necessidade de mais promotores atuando no processo (além dos 68 eleitorais) porque há zonas eleitorais que são integradas por vários municípios e a distância entre as cidades dificulta o trabalho de fiscalização delas, pelo Ministério Público. Além disso, foi considerado o acirramento na disputa eleitoral e o MP precisa garantir a lisura e transparência do processo leitoral para o fortalecimento do sistema democrático.

Os promotores auxiliares deverão atuar nas seguintes zonas eleitorais: 1ª Zona Eleitoral (João Pessoa), 10ª Zona Eleitoral (Guarabira), 17ª Zona Eleitoral (Campina Grande), 20ª Zona Eleitoral (Araruna), 40ª Zona Eleitoral (São José de Piranhas), 42ª Zona Eleitoral (Itaporanga), 44ª Zona Eleitoral (Pedras de Fogo), 47ª Zona Eleitoral (Pirpirituba), 51ª Zona Eleitoral (Malta), 62ª Zona Eleitoral (Boqueirão), 70ª Zona Eleitoral (João Pessoa) e 77ª Zona Eleitoral (João Pessoa). Havendo mais de uma inscrição para atuar na mesma zona eleitoral, a escolha obedecerá aos critérios de proximidade e antiguidade, observando-se o limite de um promotor auxiliar por zona eleitoral.