Corregedoria-Geral realiza correição na Promotoria de Justiça de Araruna

Dando continuidade ao calendário 2021, a Corregedoria-Geral do Ministério Público da Paraíba está realizando correição ordinária na Promotoria de Justiça de Araruna. A correção teve início nessa segunda-feira (12/04) e se encerra nesta terça (13/04).. 

A reunião inaugural foi realizada por videoconferência e teve a participação do corregedor-geral, Alvaro Gadelha; da subcorregedora-geral, Kátia Rejane Lucena; dos promotores corregedores Anne Emanuelle Malheiros Costa y Plá Trevas e Rodrigo Pires de Sá; e do promotor de Justiça Pedro Henrique de Freitas Andrade.

O corregedor-geral explicou seu próprio de tornar o órgão correicional mais próximo do promotor. "Queremos que o promotor enxergue a Corregedoria como órgão para colaborar nos trabalhos que fazem". 

Alvaro Gadelha destacou ainda que a intenção de avançar na implementação da ideia de corregedoria democrática. "Queremos contribuir, colaborar, promover aquilo que precisa para o promotor. Esse é o propósito que nos motiva a seguir em frente. A Corregedoria é a casa do promotor”, disse. 

A subcorregedora também ressaltou o propósito da nova gestão de colaborar e o espírito democrático. "A Corregedoria tem uma grande responsabilidade de ouvir o colega, de estar mais próxima".

O promotor Clístenes Holanda explicou a metodologia da correição, informando que ele ficou responsável pelo 1º cargo de Araruna e o promotor Rodrigo Pires pelo 2º cargo, que tem as atribuições divididas entre o promotor Pedro Henrique (judicial) e Henrique Cândido (extrajudicial). A promotora Anne Emanuelle desejou uma correição profícua e o promotor Rodrigo Pires destacou a oportunidade conhecer o trabalho realizado na Promotoria.

O promotor Pedro Henrique Andrade agradeceu aos membros da Corregedoria, destacando que procura fazer um trabalho com competência e dedicação visando sempre a resolução dos problemas.