Solenidade em João Pessoa marca o lançamento da nona edição da 'Revista Jurídica do MPPB'

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), lançou nesta quinta-feira (10) a nona edição da 'Revista Jurídica do Ministério Público'. A solenidade, presidida pelo procurador de Justiça José Raimundo de Lima, diretor do Ceaf, foi realizada no início da noite no Auditório Procurador de Justiça Edgardo Ferreira Soares, localizado no andar térreo do edifício-sede da instituição, em João Pessoa.

“A revista produzida pelo Ministério Público da Paraíba contribui para fomentar a nossa cultura jurídica”, discursou José Raimundo, ressaltando: “Nossa meta é aumentar cada vez mais a participação de articulistas, fazendo da nossa revista um orgulho para a nossa Paraíba”.

A mesa da solenidade ainda contou com as presenças do promotor de Justiça Lúcio Mendes Cavalcante, coordenador do Ceaf; do secretário-geral do MPPB, promotor de Justiça João Arlindo Corrêa Neto; do procurador do estado Felipe Tadeu Lima Silvino; e do subprocurador-geral do Ministério Público do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), Luciano Andrade Farias.

Participam do número 9 da 'Revista Jurídica' os seguintes articulistas: Liana Espínola Pereira de Carvalho, Luciara Lima Simeão Moura, Ana Celecina da Costa Rangel, Rodolfo de Paiva Araújo Pontes, Luciana Melo de Mattos Brito, Rennan Felipe Cardoso Lucas, Larissa Mateus de Sales e Dayanna de Sousa Catão.

A 'Revista Jurídica do Ministério Público', uma publicação do Ceaf, tem periodicidade anual e seu objetivo é o aperfeiçoamento funcional dos membros e servidores do Ministério Público e fomento da produção de trabalhos de interesse jurídico e dos demais pensadores do Direito. A 'Revista' tem seu registro International Standard Serial Number (ISSN) no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), órgão que controla o registro de todas as publicações seriadas existentes no país.

Atualmente, a publicação é presidida pelo procurador de Justiça José Raimundo de Lima, diretor do Ceaf. Os trabalhos de avaliação dos artigos foram realizados pelo Conselho Editorial da Revista. A editoração e normalização é da servidora Nigéria Pereira da Silva Gomes. A diagramação é de Geraldo Alves Flor.