Seleção de psicólogos: edital prorroga prazo para entrega de certidões negativas

O Ministério Público da Paraíba publicou edital prorrogando o prazo para apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais pelos inscritos na seleção de psicólogos para a aplicação do exame psicotécnico em etapa prevista no XV Concurso Público para Promotor de Justiça Substituto do MPPB. A prorrogação ocorreu em virtude de no edital de abertura das inscrições não está especificado que tipo de certidão negativa apresentar.

Segundo o edital, publicado no Diário Oficial Eletrônico dessa quarta-feira (20/03), os candidatos inscritos têm três dias úteis, a contar da publicação do edital, para encaminhar as certidões negativas de antecedentes criminais em processos físicos e PJE perante a Justiça Federal e Estadual, sendo esta última a do domicílio do candidato inscrito, dispensadas aquelas obtidas na Justiça Eleitoral, Militar, dentre outras.

As certidão poderão ser encaminhadas por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) ou pessoalmente, na Diretoria Administrativa do Ministério Público do Estado da Paraíba, situada na Rua Treze de Maio, 677 - Anexo V, Bairro Centro, CEP: 58013-000, nos horários de 12h às 18h, de segunda-feira e quinta-feira, e das 7h às 13h, nas sextas-feiras.

A contratação provisória será feita considerando que o número de inscritos classificados para esta etapa é superior à capacidade de atendimento do MPPB considerando a quantidade de analistas ministeriais com a especialidade no quadro de servidores do órgão.

De acordo com o edital, a classificação será efetuada por ordem decrescente das melhores pontuações obtidas e observado os critérios de desempate estabelecidos. Os profissionais selecionados serão convocados por telefone ou e-mail. Os psicólogos selecionados receberão a quantia de R$ 571,32 para a aplicação dos testes. O valor tem como base a Tabela de Referência Nacional de Honorários dos Psicólogos disponibilizada pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) e a Federação Nacional dos Psicólogos (Fenapsi).