Corregedoria-Geral realiza correição nas Promotorias de Sapé e Gurinhém

A Corregedoria-Geral do Ministério Público da Paraíba realiza esta semana (de 24 a 27/05) uma correição nas promotorias de Justiça de Sapé e Gurinhém. Nessa segunda-feira, ocorreu a reunião inaugural por videoconferência e teve a presidência do corregedor-geral, o procurador de Justiça Alvaro Gadelha e os promotores-corregedores Anne Emanuelle Malheiros Costa, Clístenes Bezerra de Holanda e Rodrigo Pires de Sá; e das promotoras de Justiça que estão sendo correicionadas Jayne Aretakis Didier (que atua em Gurinhém), Caroline Freire, Paula Camillo Amorim e Simone Duarte (que atuam em Sapé).

O corregedor-geral Alvaro Gadelha iniciou destacando que o tamanho que o Ministério Público tem hoje se deve à atuação de seus membros e que esse trabalho deve ser reconhecido.

Ele ressaltou ainda que a linha de atuação da corregedoria nessa gestão que será pautada pelo diálogo, apoio, auxílio e orientação também foi apontado pelo corregedor-geral que todas as demandas trazidas ao órgão terão resposta. “Sempre estaremos nos posicionando”, acrescentou.

Alvaro Gadelha também explicou que a entrevista será realizada por ele com cada promotora, com auxílio de um relator e enfatizou que este é o momento do membro apresentar as necessidades.

Os promotores corregedores explicaram a metodologia da correição, que colhe dados nos sistemas utilizados pelos promotores e apontaram esse novo perfil do órgão de reconhecer e valorizar o trabalho do membro. 

A promotora Jayne Didier elogiou a equipe da corregedoria e disse estar tranquila como promotora por saber que o órgão tem à frente integrantes competentes e com objetivo de ajudar os promotores e garantir o crescimento das promotorias.

Já a promotora Caroline Freire apontou as qualidades de cada integrante do órgão correicional destacando principalmente a credibilidade de todos. “A face da corregedoria é a são os seus integrantes e todos têm extrema credibilidade”.

A promotora Paula Camillo Amorim falou da satisfação de receber a correição e também enfatizou as qualidades dos integrantes do órgão, apontando a importância de poder contar, nos momentos de dificuldade, com pessoas que apoiam.

Segundo a promotora Simone Duarte, é importante esse viés orientação e apoio da corregedoria. Ela também relatou os desafios vivenciados durante a pandemia que promoveram mudanças na metodologia de trabalho.