8 de Março: Núcleo de Gênero busca fortalecimento de políticas para mulheres

O Núcleo Estadual de Gênero do Ministério Público da Paraíba fez uma ação simbólica, na manhã desta sexta-feira (06/03), na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, na Capital, em alusão ao 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, comemorado no próximo domingo. A intervenção foi um pretexto para lembrar que, em todos os ambientes, deve haver o mútuo fortalecimento e o empoderamento de mulheres, tanto no sentido de adquirir mais consciência sobre direitos, quanto para multiplicar informações em outros espaços da sociedade. Isso com o objetivo de reduzir desigualdades de gênero e compartilhar canais de denúncia e ferramentas de proteção contra todos os tipos de violência.

O procurador de Justiça, Valberto Lira, e a promotora de Justiça, Caroline Monteiro Freire da Franca, coordenador e secretário do Núcleo de Gênero, respectivamente, separaram parte da manhã desta sexta-feira (06/03) para abordar servidoras e mulheres que visitavam o MPPB. Eles distribuíram material das últimas campanhas da Rede de Atenção às Mulheres em Situação de Violência na Paraíba (Reamcav) e parabenizaram, antecipadamente, às mulheres pelo dia dedicado à luta feminina por igualdade de direitos.

“Entendemos que temos que trabalhar primeiro dentro de nossa 'casa' para podermos propagar as ideias em outros espaços. Então é uma forma de prestigiar as mulheres do Ministério Público, que nos ajudam no dia a dia na missão, mas também de informar a essas mulheres, que transitam em outros espaços, sobre os mecanismos de prevenção e combate à violência contra a mulher. Devemos nos fortalecer internamente para juntos propagarmos essa mensagem a outras mulheres de outros grupos sociais que precisam também se fortalecer no dia a dia”, disse a promotora Caroline Freire.

Além dessa ação pontual, o Núcleo de Gênero, por meio da Assessoria de Comunicação (Ascom/MPPB), está relembrando aos seguidores da instituição nas redes sociais essa mensagem de fortalecimento e os canais de diálogo com os órgãos ministeriais, principalmente, com as promotorias de Justiça, que são as portas de entrada das mulheres que buscam atendimento no Ministério Público. “Infelizmente, ainda é difícil ser mulher numa sociedade ainda machista. Mas, o Ministério Público tem buscado estar junto às mulheres, mostrando que é possível se libertar de relacionamentos abusivos e buscar medidas protetivas e até reparação de danos por violências sofridas. Como sempre digo: #tamojunt@”, disse Valberto Lira.

Questão de gênero

O Núcleo Estadual de Gênero do MPPB foi criado em fevereiro de 2019, pelo Ato 018/2019, do procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferras da Nóbrega Filho, com o objetivo de articular, propor e executar políticas institucionais e medidas judiciais e extrajudiciais, de forma isolada ou em conjunto com as demais promotorias de Justiça do Estado, relacionadas à questão de gênero, que se mostrem necessárias para o reconhecimento e a efetivação dos direitos previstos na Constituição Federal, em tratados e convenções internacionais aprovadas pelo Congresso Nacional, bem como na Lei 11.340/2006. São integrantes do órgão: Valberto Lira, procurador de Justiça (coordenador); Rosane Araújo e Oliveira, Rogério Rodrigues Lucas, Ismânia Pessoa da Nóbrega e Caroline Freire da Franca, promotores de Justiça.

Galeria de imagens (Ascom/MPPB)

 

MAIS INFORMAÇÕES:

Núcleo de Gênero do MPPB (Rua Rodrigues de Aquino S/N, João Pessoa) – É o órgão de articulação de políticas institucionais do Ministério Público da Paraíba, ligado diretamente à Procuradoria-Geral de Justiça.


Promotorias de Justiça:

- Promotoria de Justiça de João Pessoa – Rua Almirante Barroso, 159, Centro.

- Promotoria de Justiça de Campina Grande - Rua Promotora Terezinha Lopes de Moura, s/n – Liberdade.
- Nos demais municípios, consulte endereço em www.mppb.mp.br/contato ou procure a Promotoria de Justiça mais próxima.