Projeto 'Na escola com respeito' é apresentado a conselheiros de educação de 25 municípios

O Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Educação do Ministério Público da Paraíba (MPPB) apresentou, na última quarta-feira (12), em Queimadas (a 130 quilômetros de João Pessoa), o projeto 'Na escola com respeito' a conselheiros de educação de 25 municípios da região.

O projeto coordenado pela promotora de Justiça Ana Raquel Beltrão e assessorado pela pedagoga do Centro Operacional, Valuce Alencar, tem como objetivo capacitar a comunidade escolar (gestores, professores e alunos) para que ela se aproprie de práticas da Justiça Restaurativa como ferramentas capazes de mediar a solução de conflitos nas unidades de ensino, combatendo e prevenindo a violência nas escolas.

O projeto do MPPB foi apresentado na reunião dos membros da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação da Paraíba e durante a formação de conselheiros municipais da 3a Regional de Ensino.

O projeto também tem como público-alvo a rede de proteção à criança e ao adolescente - como os Centros de Referência em Assistência Social (Cras/Creas) e Polícia Militar, por exemplo – e os Conselhos Municipais de Educação.

 

O projeto

O projeto “Na escola com respeito” já foi implementado em escolas do município de João Pessoa e teve a adesão de outros municípios, como Santa Rita e Cabedelo, por exemplo.

A capacitação sobre práticas da Justiça Restaurativa tem uma fase inicial, que consiste no diagnóstico do problema nas unidades de ensino, e é estruturado em módulos teórico e prático sobre o assunto, culminando na criação do Núcleo de Justiça Restaurativa nos municípios.

A capacitação é dada por voluntários do projeto provenientes da universidade, da Secretaria da Educação e por pessoas que atuam como facilitadores desses ciclos.