Conselho editorial da Revista Acadêmica da Escola Superior do MPCE recebe artigos científicos até 2ª feira

A Escola Superior do Ministério Público do Ceará (MPCE) está recebendo, até a próxima segunda-feira (15/02), artigos científicos para publicação em sua revista acadêmica. Podem participar membros e servidores do Ministério Público brasileiro, profissionais da área jurídica, acadêmicos, estudantes e demais interessados na pesquisa objeto da chamada pública de artigos aberta pelo conselho editorial da revista.

Os trabalhos devem ser de autoria de doutores, mestres e especialistas, aceitando-se bacharéis e graduandos como coautores de doutores, mestres e especialistas. Admite-se, no máximo, três coautores.

A versão do artigo que será submetida à seleção deve ser enviada para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. nos formatos PDF e Microsoft Word (.DOC ou .DOCx) com identificação do(s) autor(es) no texto e nas propriedades do arquivo a ser anexado (para que haja um arquivo que assegure a Avaliação por “Pares Cega”). Já a versão com identificação deverá ser enviada com uma nota de rodapé para cada autor, nas quais deverão constar: qualificações profissionais, nível de formação acadêmica, e-mail, link do currículo lattes e Orcid (Open Researcher and Contributor ID, um identificador digital para o autor).

A previsão é de que a edição número I, ano XIII, 2021 da Revista Acadêmica da Escola Superior do Ministério Público do Ceará seja publicada em julho.

Segundo o conselho editorial, os trabalhos devem ter, obrigatoriamente, seus conteúdos voltados aos temas de interesse do Ministério Público e seguir a linha editorial da revista, que é destinada ao estudo do papel do Ministério Público no Estado Democrático de Direito, atentando para a defesa da ordem jurídica, do regime democrático, dos interesses sociais e individuais indisponíveis, fomentando uma reflexão crítica quanto ao manejo dos mecanismos legais, judiciais e administrativos, dirigidos ao aprimoramento e eficácia do sistema de justiça, notadamente no combate à criminalidade, aos atos de improbidade administrativa e à defesa do meio ambiente e dos direitos humanos

Regras

Apenas trabalhos inéditos e que não tenham sido publicados/enviados para outras revistas e/ou sites (inclusive para os que permitam irrestrito acesso) podem ser inscritos. Inclui-se na vedação a divulgação em plataformas de disseminação de pesquisas acadêmicas, com o intuito de manutenção do ineditismo do artigo.

Os artigos científicos em português devem estar escritos de acordo com a regra de apresentação de artigos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), NBR6022, de maio de 2003 e os artigos estrangeiros devem ter como base a regra ISO equivalente.

Os autores devem apresentar registro no Orcid, que deve ser providenciado, se necessário, no seguinte link: https://orcid.org/register.

Para mais informações, leia o edital da chamada pública, clicando AQUI.