CGMP faz correições nas promotorias de Queimadas, Umbuzeiro e S. João do Rio do Peixe

A Corregedoria-Geral do Ministério Público da Paraíba (CGMP) realiza, nesta semana, correições nas Promotorias de Justiça de Queimadas, Umbuzeiro e São João do Rio do Peixe, dando seguimento ao cronograma estabelecido.

A reunião inaugural ocorreu na tarde dessa terça-feira (31/08), com a presença do corregedor-geral Álvaro Gadelha, da subcorregedora Kátia Rejane Lucena, dos promotores corregedores Anne Emanuelle Malheiros Costa Y Plá Trevas e Clístenes Holanda e dos promotores de Justiça Leonardo Fernandes Furtado, Márcio Teixeira e Caroline Honorato (de Queimadas), Flávia Cesarino (de São João do Rio do Peixe), e Sandremary Duarte (Umbuzeiro).

O corregedor-geral Alvaro Gadelha destacou que a missão do órgão é procurar a unidade e a harmonia na instituição. “Não queremos ser um órgão punitivo, estamos para o viés de orientação, de reconhecer o trabalho que o Ministério Público vem fazendo. Estamos para constatar as vitórias e queremos enaltecer o trabalho que vem trazendo credibilidade para a instituição”.

A subcorregedora Kátia Rejane Lucena também ressaltou a missão da Corregedoria de estar mais próximo dos promotores de Justiça para ajudar, esclarecer e colaborar para um trabalho mais resolutivo que continue trazendo respeito à instituição.

A promotora corregedora Anne Emanuelle Malheiros falou sobre o trabalho que vem sendo realizado ao longo deste ano e salientou que tem aprendido bastante com o dia a dia do órgão e com a oportunidade de conhecer o trabalho dos promotores.

O promotor corregedor Clístenes Holanda explicou a metodologia utilizada na correição que abrange a coleta de dados e análise dos processos nos sistemas MPVirtual, PJe e Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), observando-se o aspecto qualitativo, e uma entrevista do corregedor-geral com cada membro em particular. Ele também informou a distribuição dos relatores entre os promotores que estão sendo correicionados esta semana.

A promotora de Justiça Caroline Honorato parabenizou a equipe da Corregedoria pelo perfil de orientação e apoio e se colocou à disposição para qualquer orientação e esclarecimento.

O promotor de Justiça Leonardo Furtado também se colocou à disposição da Corregedoria para aprender o que for necessário e ressaltou a qualidade dos membros que atuam em Queimadas.

O promotor de Justiça Márcio Teixeira falou sobre a satisfação de receber a Corregedoria e afirmou que os gabinetes estão abertos. Ele também elogiou a atuação dos promotores de Queimadas

A promotora de Justiça Flávia Cesarino afirmou ser necessário receber a visita da Corregedoria que exerce esse papel de orientação do trabalho para que possa se adequar e ser mais eficiente e mais efetivo para a sociedade. 

Já a promotora de Justiça Sandremary Duarte expressou sua satisfação com a metodologia utilizada pela Corregedoria de iniciar as correições com uma reunião inaugural e depois fazer as entrevistas individuais. Ela também falou sobre o papel orientador do órgão, ressaltando ser importante para estimular a aproximação do promotor.