Ouvidoria do MPPB realiza audiência em Teixeira

A Ouvidoria do Ministério Público da Paraíba realizou, nesta quinta-feira (24/10) uma audiência pública, na Câmara Municipal de Vereadores do município de Teixeira, na região do Sertão. O evento faz parte da estratégia do MPPB de se aproximar mais da população, oportunizando momentos para discutir os problemas das comunidades, reunindo cidadãos e gestores e membros do órgão ministerial, com o objetivo de buscar soluções para eles. Em Teixeira, os assuntos mais ressaltados foram referentes ao abastecimento de água, mobilidade urbana e segurança pública.

A reunião foi conduzida pelo procurador de Justiça, Doriel Veloso Gouveia, ouvidor do MPPB, e contou com a participação da promotora de Justiça de Teixeira, Erika Bueno Muzzi; do prefeito Edmilson Alves dos Reis e do presidente da Câmara, Valone Dias Oliveira. Doriel saudou e agradeceu o empenho de todos para a realização da audiência e franqueou a palavra aos cidadãos e autoridades.

O vereador Francisco Paz destacou que a lei municipal que limita a retirada de água dos mananciais do município está sendo ignorada pelos agricultores, podendo gerar o desabastecimento da população, e ressaltou a poluição no Açude Novo e o lançamento de esgoto na área por trás da Cadeia Pública. O prefeito Edmilson Alves dos Reis elogiou o trabalho realizado pela Promotoria de Justiça, ratificou ainda a necessidade de ser resolvida a questão da retirada irregular de água dos mananciais e, por fim, assumiu o compromisso público de realizar a limpeza completa do Açude Novo, ainda dentro de seu mandato.

Outros vereadores também falaram durante a audiência, destacando a aproximação do MP com a população e o trabalho de outras instituições e relataram outros problemas na região, como a presença de animais soltos nas rodovias que cortam os municípios da comarca, causando acidentes fatais; a falta de acessibilidade nas ruas da cidade, decorrentes até de um plano diretor, e de segurança.

O capitão Ricardo Lima, comandante da Companhia de Polícia Militar de Teixeira, destacou a importância da audiência como forma de acesso às demandas da população e informou que a companhia, atualmente, é responsável pela segurança de nove municípios, contando com um efetivo de apenas 88 militares, mas, mesmo assim, vem tomando todas as medidas possíveis para reduzir a criminalidade da região, como forma de comprovação, apresentou estatísticas e falou de projetos desenvolvidos com esse intuito.

A promotora de Justiça, Erika Bueno Muzzi, tomou nota das situações relatadas na audiência pública, afirmando que vai avaliar cada uma e tomar as providências que forem necessárias, dentro das atribuições do Ministério Público. A reunião foi encerrada pelo ouvidor Doriel Veloso.