Mais eficiente: novo sistema da Ouvidoria está integrado ao MPVirtual

A Ouvidoria do Ministério Público da Paraíba está funcionando com uma nova ferramenta de cadastro de manifestações, que permite a integração ao sistema de processos do MPPB (o MPVirtual), facilitando o acesso e o acompanhamento do cidadão e o trabalho de membros e servidores. A nova funcionalidade é mais um passo dado pela gestão para concentrar as atividades ministeriais em um único sistema, o MPVirtual. A expectativa é que a integração garanta ainda mais eficiência ao órgão ministerial, que é uma porta de entrada e um canal de diálogo com a sociedade.

O novo sistema foi desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), sob a supervisão das secretarias Geral (Seger) e de Planejamento e Gestão (Seplag), que têm como gestores os promotores de Justiça, Antonio Hortêncio Rocha Neto e Leonardo Quintans, respectivamente. A Ouvidoria, que tem à frente o procurador de Justiça Aristóteles de Santana Ferreira, participou ativamente da construção do novo sistema, de forma a garantir que as demandas dos cidadãos fossem plenamente atendidas. 

“A ferramenta funciona de forma semelhante ao Protocolo Eletrônico: gera automaticamente um PGA no MPVirtual a cada demanda dos cidadãos, possibilitando que acompanhem seus pleitos (a partir dos números desses procedimentos) e facilitando o trabalho interno, uma vez que as providências já podem ser adotadas nos próprios autos. Isso evita a multiplicidade de sistemas e processos e a transferência manual de informações entre eles, como ocorria anteriormente”, explicou o secretário da Seplag, Leonardo Quintans Coutinho. 

Como funciona 

Como o novo sistema começou a funcionar no último dia 7 de janeiro, as manifestações geradas antes dessa data, que não possuem PGAs, ainda estão em andamento pelo sistema antigo. a expectativa é que elas sejam resolvidas em curto prazo. Até lá, os cidadãos que quiserem acompanhar suas demandas deverão entrar em contato com a Ouvidoria, pelo Whatsapp 83 9.9181-7355. 

Para cadastrar novas manifestações, os cidadão devem acessar a página da Ouvidoria (clique AQUI) e clicar no ícone “Fale com o MPPB - Acesso ao Cidadão”. Além das informações que constavam no sistema anterior, a ferramenta permite anexar arquivos e também separa as matérias por interesse de gênero, encaminhando as relacionadas a direitos da mulher diretamente à nova Ouvidoria da Mulher, que funcionará em breve. Para acompanhar o andamento das manifestações basta acessar a Consulta Processual (clique AQUI) e digitar o número do PGA, gerado no momento do cadastro da demanda. Para saber mais, basta acessar o tutorial disponibilizado AQUI.