Promotoria da Saúde recomenda divulgação de lista de cirurgias feitas com recursos do SUS na internet

A Promotoria de Defesa da Saúde de João Pessoa recomendou à Secretarias de Saúde do Estado e do Município de Saúde de João Pessoa que tornem obrigatória a publicação pelas entidades públicas e conveniadas que realizam cirurgias com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) das listas de pacientes, por especialidades médicas, que serão submetidos a procedimentos cirúrgicos, em seus sítios oficiais na internet.

Ainda segundo a recomendação a lista de espera dos pacientes que serão submetidos a cirurgias médicas eletivas realizadas com recursos do SUS devem ser atualizadas semanalmente na internet. Além disso, nas listas deverão constar, ainda, a data de agendamento do procedimento cirúrgico eletivo, e a posição ocupada pelo paciente no agendamento da especialidade médica pertinente.

Para preservar a identidade dos pacientes na divulgação pela internet, a lista deve aparecer somente com o o número do Cartão Nacional de Saúde. Caso ele ainda não possua o cartão, deverá aparecer o número de algum documento oficial de identificação, sendo proibido qualquer nome ou imagem.

Segundo a promotora de Justiça Maria das Graças Azevedo, a recomendação foi expedida pela necessidade de coibir esquemas fraudulentos que desobedecem à ordem de chegada destes pacientes na hora da realização das cirurgias eletivas, nos hospitais públicos e conveniados que realizam cirurgias com recursos do SUS.

A promotora destaca na recomendação a necessidade de transparência na condução de regulação dos serviços públicos de saúde e de transparência e ausência de privilégios de usuários. A preferência de pacientes só pode ocorrer por agravo, idade e recomendação médica especializada e devidamente identificada, buscando sempre privilegiar àqueles em estado de maior vulnerabilidade e urgência.