Atuação além-muros: HackFest vai receber 'Selo Ação Íntegra' e NGCSI passa a integrar grupo do TCU

A atuação do Núcleo de Gestão do Conhecimento e Segurança Institucional (NGCSI) está se expandido além dos muros do Ministério Público da Paraíba. Na semana passada, o promotor de Justiça, Octávio Paulo Neto, oficializou sua participação no Grupo Temático de Transformação Digital do Centro de Altos Estudos em Controle e Administração Pública do Tribunal de Contas da União (Cecap/TCU). Já na última segunda-feira (01/10), o coordenador do NGCSI foi comunicado que o 'HackFest', vai receber o 'Selo Ação Íntegra', da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla).

O comunicado sobre a certificação foi encaminhado pelo Conselho Nacional do Ministério Público. O CNMP, que coordena a ação 6 da Enccla (uma rede de articulação, criada em 2003 e integrada por várias instituições em defesa da integridade), destacou que a proposta do NGCSI atendeu aos requisitos necessários para a obtenção do Selo. Além da certificação, o idealizador do HackFest foi convidado a participar da rodada de apresentação da proposta para possíveis investidores, que acontecerá em São Paulo, nos próximos dias 12 e 13 de novembro, durante o evento 'Acelera Startups'.

O Selo Ação Íntegra faz parte do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção (PNPPC), que tem como um dos pilares a campanha nacional 'Todos Juntos Contra Corrupção'. E a ideia central do HackFest é buscar soluções tecnológicas para o enfrentamento da corrupção e para o engajamento da sociedade no combate ao mal. O evento teve sua última edição no mês de agosto, premiando doze equipes que desenvolveram aplicativos e projetos de lei dentro da perspectiva de controle social e combate ao crime. A cerimônia de entrega do selo será realizada em evento regionalizado, em data ainda a ser divulgada.

"O propósito de fazer o bem"

O promotor de Justiça, Octávio Paulo Neto, disse que tanto a certificação da Enccla, quanto o convite para integrar o grupo do TCU são um reconhecimento da importância do HackFest no cenário social. “É uma honra que compartilho com todos. De certo modo, ver o 'vale do jabá' indo tão longe me causa profundo orgulho e a certeza que o propósito, quando sincero, faz as coisas acontecerem. Os que abraçaram a causa são pessoas diferentes que carregam o propósito de fazer e querer o bem. Algo raro neste mundo de ódio e segregação”, agradeceu o coordenador do NGCSI.

A primeira reunião do grupo do Cecap/TCU aconteceu no último dia 27 de setembro, em Brasília. O grupo temático foi implementado em 2017 com a função de apoiar o Tribunal de Contas na produção e disseminação de conhecimentos relevantes para a atuação do controle externo no aprimoramento da administração pública.

O Centro de Altos Estudos em Controle e Administração Pública (Cecap) é uma estrutura criada para potencializar a capacidade de escuta institucional. De acordo com o secretário do TCU, Wesley Vaz Silva, que oficializou o convite ao Ministério Público, a presença de Octávio Paulo Neto “enriquece a discussão e contribui com a construção de conhecimentos que auxiliem o TCU a entregar resultados cada vez mais significativos à sociedade”.