Seplag implanta padronização das atividades cartorárias na Promotoria de Santa Rita

A Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio do Departamento de Desenvolvimento de Processos (Dproc), em conjunto com a Diretoria de Tecnologia da Informação implantou , no período de 10 a 12 de dezembro, implantou a padronização de atividades cartórias na Promotoria de Justiça de Santa Rita, fruto do mapeamento de diversos processos de trabalho estruturados durante a execução do projeto Promotoria Modelo.

Esta é a quarta capacitação de servidores. Inicialmente, ainda no formato de projeto, a padronização foi aplicada na Promotoria de Justiça de Pombal. Após o encerramento da iniciativa e validação de seus resultados, foi a vez dos servidores lotados nas promotorias de Justiça de Cabedelo e Bayeux receberem capacitação e treinamento. O cronograma de implantação foi elaborado pelo secretário de Planejamento, Rodrigo Pires de Sá, e validado pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Nóbrega, estando previsto para o final de fevereiro de 2019 a conclusão do trabalho em todo o Estado.

Segundo Rodrigo Pires, as capacitações dos servidores para utilização dos novos processos de trabalho acontecerão nas cidades de Cajazeiras, Itaporanga, Patos, Campina Grande, Guarabira e João Pessoa e a participação será obrigatória, por meio de convocação. A metodologia será presencial, com a participação direta do Secretário e da equipe do Departamento de Desenvolvimento de Processos.

Durante o treinamento, são apresentados aos servidores noções relativas à padronização e às novas funcionalidades do MP Virtual, bem como o sistema de emissão de relatórios (Sistema Thoth). Ainda segundo o secretário, o sistema Thoth permitirá a gestão e acompanhamento de todas as atividades cartorárias praticadas pelos servidores, apontando os níveis de eficiência e produtividade, além de permitir o monitoramento da forma de execução dos processos de trabalho.

“O servidor do Ministério Público trabalha muito, mas não há registro adequado de suas atividades. A partir dos relatórios, várias conclusões podem ser extraídas, auxiliando o gestor quanto à adoção de medidas que visem a concretização da melhor política de gestão de pessoas”, disse o secretário da Seplag.

 

O projeto

Com o intuito de padronizar os procedimentos cartorários e uniformizar a maneira de atuar dos servidores nas diversas promotorias de Justiça, foram mapeadas 59 atividades cartorárias. Essas atividades estão estruturadas em fichas, denominadas Instrução Operacional Padrão (IOP), as quais contém o detalhamento das rotinas administrativas. O projeto resultou também no “Manual de Padronização das Rotinas Administrativas” e produziu diversos modelos de documentos, tudo já disponível no sistema MP Virtual.