MPPB realiza reunião com autoridades do sistema prisional sobre o presídio do Róger

O Ministério Público da Paraíba realizou, na tarde desta quarta-feira (21), um audiência com autoridades do sistema prisional para tratar de problemas existentes na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, mais conhecida como presídio do Róger.

A audiência contou com a participação do 2º subprocurador-geral em exercício, Valberto Lira, do promotor de Justiça da Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos, Ricardo José de Medeiros e Silva, da 3ª promotora da Execução Penal de João Pessoa, Isamark Leite Fontes Arnaud, o assessor de promotor de Justiça Antônio Alves Pontes Trigueiro da Silva, o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Wagner Dorta, o gerente executivo do Sistema Penitenciário, João Paulo Pereira, o diretor do presídio do Róger, David Efraim, e a agente penitenciária Ana Cléa do Carmo.

Na audiência foram discutidos problemas como a entrada de drogas no presídio. O secretário informou que já oficiou à Polícia Militar para que fossem ativadas as guaritas da penitenciária. Atualmente são sete guaritas, mas somente cinco estão em funcionamento. O diretor Davi Efraim relatou que a maior preocupação é com os arremessos de drogas e celulares sobre os muros da unidade prisional e destacou a necessidade de atuação da Polícia Militar no entorno da unidade prisional.

O promotor de Justiça Ricardo Medeiros informou que vai encaminhar ofício ao comandante do 1º Batalhão da PM solicitando ações mais efetivas de fiscalização no entorno do presídio do Róger.

Outro assunto discutido foi a aquisição de scanner corporal. O secretário informou que o Estado está fazendo adesão a uma ata de registro de preços do Estado de Alagoas, o que vai facilitar a contratação da empresa que vai fornecer os equipamentos.