Eficiência energética: MPPB e Energisa assinam projeto e sede terá energia solar

O Ministério Público da Paraíba e Energisa Paraíba assinaram, nesta quarta-feira (25/05), um projeto de eficiência energética para instalação de painéis de energia solar e troca de lâmpadas por outras mais  eficientes na sede do MPPB. O projeto do MP foi selecionado na Chamada Pública de Projetos 001/2021 da Energisa Paraíba, em fevereiro passado, e vai resultar no aporte financeiro de R$ 96 mil para aquisição de equipamentos.

O documento foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, Antônio Hortêncio Rocha Neto, e pelo diretor técnico da Energisa na Paraíba, Jairo Perez. Participaram da solenidade o diretor administrativo do MPPB, Jonatha Vieira; a chefe do Departamento de Engenharia e Manutenção Predial, Ana Cecília Arcoverde; e o gerente Jurídico da Energisa na Paraíba, Carlos Garcia.

O projeto do MPPB prevê a substituição de 349 lâmpadas e a instalação de 30 painéis fotovoltaicos, na sede institucional e na sede administrativa do órgão. O novo sistema, em LED, deve proporcionar uma redução no consumo de energia superior a 35 mil quilowatt-hora por ano (kWh/ano), quantidade suficiente para abastecer 15 residências com consumo anual de 2.400 Kwh.

O procurador-geral parabenizou a Energisa pelo Programa de Eficiência Energética e destacou os benefícios do projeto para o MPPB. "É com grande satisfação que assinamos esse documento. Teremos aporte de recursos na instituição para ganharmos em eficiência energética, contribuindo para melhoria do meio ambiente e do uso dos recursos institucionais”.

O PGJ também ressaltou a importância das parcerias para o Ministério Público. “A instituição tem que estar aberta para parcerias com órgãos públicos e também com entidades privadas, como a Energisa, que têm esse perfil de contribuição social e que possam agregar as atividades desenvolvidas pelo MPPB”.

O diretor-técnico da Energisa na Paraíba, Jairo Perez, explicou que a troca das lâmpadas e o sistema fotovoltaico trará benefícios para a conta do Ministério Público, além do retorno socioambiental. 

Jairo Perez também destacou a importância da parceria com o MPPB. “Para nós é uma honra ser acreditado pelo Ministério Público. Estamos há mais de 20 anos aqui na Paraíba e temos intenção de fazer mais pela sociedade e pelos projetos de unidades e pessoas que fazem a diferença. Durante a conversa, falamos em seguir com outros projetos. Temos convicção de que vamos avançar em projetos importantes com o Ministério Público”. 

Regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o PEE da Energisa tem como objetivo promover a utilização racional da energia elétrica e o combate ao desperdício, contribuindo para a ampliação da reflexão da sociedade sobre o tema e atuando no desenvolvimento econômico, social e ambiental nos municípios onde atua.



Com Ascom/Energisa