Aristóteles Santana é reeleito ouvidor do MPPB para o biênio 2022/2024

O procurador de Justiça Aristóteles de Santana Ferreira foi reeleito para mais dois anos no cargo de ouvidor do Ministério Público da Paraíba (biênio 2022/2024). A eleição realizada exclusivamente por meio eletrônico aconteceu nesta quarta-feira (29/06) e foi encerrada às 16h. A solenidade de posse será no dia 29 de julho.

O pleito foi aberto às 8h, na Sala de Sessões da Procuradoria-Geral de Justiça, em João Pessoa, pelo presidente da Comissão de Acompanhamento da Eleição, o procurador de Justiça José Roseno Neto. No local, também foi disponibilizado um computador aos eleitores que estivessem na sede do MPPB e quisessem usar o local para registrar seu voto.

Cento e dez dos 214 membros votantes participaram do processo. O candidato único recebeu 108 votos e foram registrados dois votos nulos. Para Roseno, a eleição foi expressiva e transcorreu de forma tranquila, sem nenhuma intercorrência. Ele parabenizou o ouvidor pela recondução no cargo e desejou a ele êxito no trabalho à frente da Ouvidoria.

Aristóteles Santana recebeu com alegria o resultado do processo eleitoral e agradeceu os votos recebidos. “Essa votação extraordinária recebida, em que obtive mais da metade das intenções de votos de toda a instituição, é recebida com muita alegria e me deixa confortável para continuar desenvolvendo o trabalho de Ouvidoria que estamos fazendo. A Ouvidoria, hoje, é um espaço de participação popular, onde todas as questões apresentadas ao órgão ministerial são devidamente encaminhadas ao setor competente, em busca de solução e sempre fazendo uma reflexão, um diálogo, em busca da construção de soluções, procurando efetivamente a defesa dos direitos fundamentais e mais que isso: o cumprimento da missão institucional do órgão. Desta forma, daremos continuidade ao biênio que irá iniciar com a nossa posse no dia 29 de julho deste ano”, disse.

Além de Roseno, integraram a Comissão de Acompanhamento da Eleição os promotores de Justiça Francisco Lianza Neto e Cláudio Antônio Cavalcante. O encerramento do pleito foi acompanhado por servidores, entre eles os da Diretoria de Tecnologia da Informação. Esta é a quarta eleição para ouvidor do MPPB que faz uso do sistema eletrônico. A primeira eleição on-line aconteceu em 2016.