Corregedoria, Ceaf, Assessoria Técnica e Ncap têm novos membros

A Corregedoria-Geral, o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), a Assessoria Técnica e o Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap) têm novos integrantes. Dois procuradores e cinco promotores de Justiça tomaram posse em cargos nos órgãos do Ministério Público da Paraíba, na manhã desta terça-feira (15/01), em solenidade na Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ).

O procurador de Justiça, José Raimundo de Lima, assumiu a direção do Ceaf e a procuradora Kátia Rejane de Medeiros Lira Lucena tomou posse como subcorregedora-geral. Já os promotores de Justiça, Cristiana Vasconcelos, Francisco Lianza e Clístenes Bezerra são os novos promotores corregedores do MPPB. O ex-presidente da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), Francisco Bergson Formiga passou a integrar a Assessoria Técnica. A promotora Rhomeika Maria de Franca Porto vai atuar no Ncap.

O secretário-geral, Antônio Hortêncio Rocha Neto, leu os termos de posse dos membros nos cargos e falou como o momento lhe remetia ao passado, especialmente, ao ano de 2011, quando tomou posse como promotor corregedor. “A Corregedoria é o órgão que conhece a alma da instituição, o que cada promotor faz em cada localidade”, disse, saudando a todos os empossados.

Os ciclos da vida
O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, lembrou o discurso que o procurador Luciano Maracajá havia feito no dia anterior, destacando que a vida é feita de ciclos” e, antes de parabenizar os colegas empossados, falou da contribuição do procurador recém-aposentado, Nelson Antônio Cavalcante Lemos. “Um esteio para esta administração. Saiba da importância que o senhor teve, tem e terá. As portas estão escancaradas para o senhor”, disse, agradecido, ao seu 2º ex-subprocurador-geral.

Seráphico citou cada um dos empossados, começando pelo promotor Francisco Lianza, dizendo que ele faria muita falta na Assessoria Técnica, destacando sua experiência, competência e equilíbrio. Ele também falou da experiência da promotora Cristiana Vasconcelos, ex-coordenadora do Ceaf; da bagagem do promotor Clístenes Bezerra, junto ao Conselho Nacional, que traz um grande ganho à instituição.

O procurador-geral também destacou o “trabalho brilhante” da procuradora Vasti Clea Marinho da Costa Lopes à frente do Ceaf e desejou-lhe sucesso na Corregedoria, ao lado da procuradora Kátia Rejane de Medeiros, uma das empossadas, que estava sendo reconduzida ao cargo de subcorregedora, destacando sua experiência no órgão. Cristiana Vasconcelos também falou em nome dos colegas promotores corregedores, agradecendo a escolha e se comprometendo a cumprir a missão de, muito mais do que corrigir, orientar ao lado da procuradora Vasti Clea.

Ao procurador José Raimundo, novo diretor do Ceaf, Francisco Seráphico também desejou sucesso, lembrando que ele está retornando ao órgão e tem uma identificação com o órgão. José Raimundo comparou o MP a uma estrutura familiar, agradeceu a escolha e disse que estava pronto para desempenhar sua missão. O promotor Leonardo Pereira de Assis, que vai ocupar o cargo de coordenador do Ceaf não tomou posse na solenidade, porque estava em viagem fora do Estado.

O procurador-geral ainda destacou o trabalho do promotor Francisco Bergson dizendo que ele fez uma das melhores administrações à frente da APMP, sendo parceiro da administração superior em muitos projetos e que tinha certeza que prestaria um grande apoio, agora, como assessor técnico.

Seráphico lembrou também que a promotora Rhomeika Maria de Franca Porto, que vai atuar no Ncap, engrandecerá muito o trabalho desempenhado pelos promotores José Guilherme Soares Lemos e Túlio Cesar Fernandes Neves.